Coluna Estado Econômico:Lojista deve trabalhar para manter crescimento, diz FCDL

10-01-2011 17:54

“Vamos trabalhar para que o Maranhão produza mais e substitua produtos importados de outros estados por maranhenses” - Claúdio Azevedo, Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca

Lojista deve trabalhar para manter crescimento, diz FCDL

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Maranhão (FCDL), Alberto Nogueira da Cruz (foto), disse que passada a euforia natalina, agora é hora de planejar 2011. Trabalhar em cima dos erros e acertos do ano que passou para que se possa tirar as devidas lições e obter resultados positivos. Segundo ele, nos três primeiros meses de cada ano, historicamente há uma queda nas vendas, o que é natural, após o aquecimento verificado no período natalino, pois o consumidor tende a dirigir parte do seu orçamento para as despesas típicas do trimestre: matrícula, material escolar e pagamento de impostos, como o IPVA. Além da queda nas vendas, outra situação típica é o aumento da inadimplência, o que historicamente é “normal” para esse período de início de ano. Mas não é por isso, observa Alberto Nogueira, que o lojista vai ficar de braços cruzados, esperando passar o primeiro trimestre para que as coisas voltem ao normal, ou seja, que as vendas sejam retomadas e a inadimplência volte a cair. “Devemos ter em mente que o ano já começou e que devemos trabalhar dobrado, com todo fôlego, para mantermos o ritmo de crescimento de 2010”, disse.

Soft Inn São Luís

Ainda pouco explorado no mercado hoteleiro maranhense, os hotéis da categoria supereconômica ganham força com o crescimento do turismo de negócios em São Luís. A Allia Hotels, maior rede hoteleira do país com capital 100% nacional, inaugurará amanhã o Soft Inn São Luís, o primeiro empreendimento supereconômico da rede na capital maranhense. Os hotéis supereconômicos, majoritariamente administrados por redes estrangeiras, pertencem a uma categoria que está conquistando cada vez mais espaço no Brasil. Os empreendimentos que representam esses produtos têm alcançado índices expressivos de ocupação, com taxas médias que oscilam entre 70% e 100% por destacarem fortemente a relação custo-benefício.

Fecomércio planeja ações para 2011

A Federação do Comércio do Maranhão (Fecomércio) programou diversos projetos e ações a serem executados este ano. Amanhã, serão iniciadas as inscrições para o Programa de Gestão Comercial para micro e pequenas empresas, que nesta primeira etapa ofertará o curso Gerência de Loja. Outros projetos previstos são o lançamento da Revista da Fecomércio; a implantação do Instituto de Pesquisas Econômicas, a continuidade do SEGS, programa que visa promover a excelência na gestão sindical; e o lançamento de uma campanha contra a pirataria, entre outras ações. Este mês, deverá ser implantado o programa de Certificação Digital e também haverá a volta do Ciclo de Debates, com assuntos de interesse da classe empresarial. O primeiro será para discutir melhorias para o Centro Comercial de São Luís, com empresários e gestores públicos. De acordo com o superintendente da entidade, João Torres (foto), a Fecomércio sempre contribuiu com o desenvolvimento econômico e social do Maranhão e este ano intensificará as ações em prol do empresariado.

 (O ESTADO DO MARANHÃO; ED:1780; CIDADES; ECONOMIA; COLUNA ESTADO ECONÔMICO)

Contacto

Clipping

Av. Prof. Carlos Cunha, S/N, Edifício Nagib Haickel - Calhau.

(98) 3235-8621